domingo, 6 de abril de 2014

Poesia Pouca... (Luciana Cavalcanti)

ENIGMA

Desde janeiro, diante do espelho
buscando, passo a passo, descobrir
de que lado de mim eu estou...



...
paradoxo

este jeito de viver sempre
com pressa (inevitavelmente)
torna a vida breve-breve...


...
desequilíbrio

tanto e tão pouco.
a vida, sem medida,
deixa a gente louco...


...
A Máquina dos Tempos
Por que é que a gente sente,
quando o amor vem chegando,
uma ansiedade adolescente?

Nenhum comentário: