domingo, 17 de março de 2013

Aqui, Assis...

Galiléia, ano 30: um jovem nazareno, de nome Jesus, aproximava-se de publicanos, de pobres e deixou uma prostituta tocar-lhe o corpo, beijar-lhe os pés, chorar, molhando com suas lágrimas os pés do Rabi aos quais ela lavava com perfumes enxugando em seus cabelos.

Assis, século XIII: um jovem burguês, de ascendência francesa, vivia de farras e extravagâncias, bebedeiras e futilidades, como roupas da moda e exibicionismos até que, capturado na guerra contra a Peruggia, teve acesso a um Evangelho traduzido em sua língua pátria... Desistiu das Cruzadas e, em São Damião, foi chamado a reconstruir a Igreja. O jovem chamava-se Francesco. Casou-se com a "Senhora Pobreza" e passou a amar com predileção aos leprosos, por ele repudiados antes da conversão... abraçava-os e beijava-os, repartia da própria comida.

Recife, "Oropa, França e Bahia"...
Onde você está?! Quem são os marginalizados do Mundo de hoje? Os postos à margem? Intuo que seja a estes que devemos amar por primeiro para nos fazermos seguidores de Cristo com a radicalidade do Irmão de Assis!

Nenhum comentário: