segunda-feira, 19 de novembro de 2012

Olhar-se. Mostrar-se.

A Beleza não é o que se pinta por aí!

Há defeitos que nenhum corretivo facial te deixa fingir... Há espelhos implacáveis: a vida, o cotidiano, o silêncio, a solidão.

O que foi dito não é tão essencial como o que foi vivido.


O que se mostra não é necessariamente o "lado de fora".

Externar-se é trazer a Luz quem és... À luz inteira, o belo e o feio se ressignificam.

Há gente que esconde a parte de dentro. E eu os convido: não percam a chance de ser percebidos, entendidos; mais: de ser belos.

Ou alguém se conforma de despertar mais desejo que Ad-miração?!

2 comentários:

Diogo Didier disse...

#verdade! gostei da sua colocação!

Diogo Didier disse...

Ah! gostei do novo visual do blog tbm ;)