domingo, 3 de abril de 2011

Se é amor é por inteiro - Marcos Asas


Se é amor é por inteiro 

Se é pra te ter,
Quero te ter por inteiro,
Pois ano começa em Janeiro
E só termina em Dezembro.
Ano que começou em Junho
Esse me diga, que eu não me lembro.

Você me quer inteiro
E quer ser minha só metade,
Mas assim você tira meu sossego
E quase me tira a liberdade.
E se é pra ser desse jeito,
Fique aí com esse sujeito
E me deixe cá com minha saudade!

Porque eu sou livre feito cheiro de mirra,
E nem que você me traga
Uma galinha que espirra
E o assovio de dez jumenta,
Pela metade não tem jeito,
Assim você não me apascenta!

Olhe,
Sei que não há no mundo mulher que lhe é pareia,
Mas quero deixar bem claro,
Como o céu que relampeia,
Que eu prefiro a mesmice de ter na esteira
Mulher que não amo de verdade
Do que te ter assim pela metade
E só a dor por coisa inteira.


----------------
Mais poemas do Marcos Asas >> clique Aqui

Um comentário:

Tadeu Rocha disse...

Belo poema Luciana. Teu Blog tá maravilhoso. O vídeo de Zé Ramalho foi 1000. Abraços e Viva a poesia!