domingo, 10 de janeiro de 2010

Carta aos Camaradas - Sérgio Leandro

Meus camaradas,
A tarde é breve,
Mas temos tempo suficiente para mais uma dose

de sonho,
Antes que caia a noite
E o silêncio preencha os cômodos da casa.
Meus camaradas,
A vida é dura e cruel,
Mas a poesia resiste, árvore frondosa e bela,
A poesia resiste apesar de todos os golpes e infortúnios.
Meus camaradas,
As taças com o brilho do vinho parecem corações,
Eu sei que a vida evapora como fumaça
De nossos cigarros
Mas a poesia insiste
A poesia constrói em meio a desmoronamentos.
Meus camaradas,
É alta madrugada
E eu vos digo: Bom Dia!
 
 
 
Disponível no Blog do poeta Carlos Maia:
http://poetacarlosmaia.blogspot.com

Nenhum comentário: