segunda-feira, 5 de janeiro de 2009

[ficando peixes]

..espera..


na espera de ventos

que soprem sobre o teatro
e transforme em vinho
o que vai além do barco

de caminhos engatinhados
por cabeças pensantes
sem peso, sem medo
esperando confiante

a se livrar de palavras
corretas e consentidas
aceitando aquelas sem sentido
e que agucem meus sentidos



[poema tomado de empréstimo do Blog Páginas de Mercúrio, de Rodrigo Oliveira ("Gato Véio"), sem a permissão prévia dele... - Postou porque quis!!!!]

Um comentário: