domingo, 7 de setembro de 2008

Pra Depois


27.08.2008 - L.A.C.



Forma
e conteúdo.
O poema, ensaiei-o métrico.
Esbocei rimas
e até colhi esperanças
pra não vê-lo cético.
No entanto, uma dor
(amorfa) intrometeu-se
nos versos,
entortou o poema.
mexeu as palavras
com a inquietude
de minha mãe ao mudar
o arranjo da mobília na sala.
Depois disso,
sem rima nem nada,
catei esperanças
sem êxito algum,
praguejei,
sofri,
cantei,
tentei seduzir a esperança
com versos,
mas ela nem deu trela.
Adiei, então, o poema
de amor
pra quando eu puder passar
denfronte ao teu sorriso
zombando de nossa dor.

2 comentários:

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...

[url=http://www.altmedschool.com/]alternative medicine degrees online[/url]
[url=http://altmedschool.com/]alternative medicine Kolkata[/url]
[url=http://www.altmedschool.com/]alternative medicine diploma[/url]
[url=http://www.altmededu.com/]alternative medicine college India[/url]