domingo, 24 de fevereiro de 2008



Travessia



Nada tenho
e navego,
mãos vazias e um desejo
carrego...
e tenho os olhos repletos de mar.

Nada tenho
e imagino,
mãos unidas e um desejo,
um desatino...
e tenho a boca escancarada de sonho.

Nada tenho
e atravesso
brancas nuvens e do desejo
me despeço...


Mas insistem minhas mãos, abertas ao céu!


Luciana Cavalcanti: 1995
Imagem: obra de Van Gogh

Nenhum comentário: