quinta-feira, 18 de janeiro de 2007

Aprendo lições do Fogo...



Sou sua noite,
sou seu quarto
Se você quiser dormir
Eu me despeço
Eu em pedaços
Como um silêncio ao contrário
Enquanto espero
Escrevo uns versos
Depois rasgo

Sou seu fardo,
sou seu bardo
Se você quiser ouvir
O seu eunuco, o seu soprano,
Um seu arauto
Eu sou o sol
da sua noite em claro,
Um rádio...
Sou pelo avesso, sua pele,
O seu casaco,
Se você vai sair
O seu asfalto
Se você vai sair
Sou a chuva
Sobre o seu cabelo,
Pelo seu itinerário
Sou eu o seu paradeiro



["uns versos", adriana calcanhoto]


Foto: Por Manuela Oliveira, Manu. Aceso, o fogo da amizade, o fogo da Vida: paixão, paixões! Na trama dos dias-noites, fogo, esta luz criança...! Itamaracá, verão de 2007.

Nenhum comentário: