quinta-feira, 21 de dezembro de 2006


Adiantamento



Não. Não demore muito,
Ame agora.
Sem esboço e sem projeto,
Sem estágio ou experiência comprovada,
Sem salário ou carteira assinada...
Ame. E sem demora.
Até a fadiga da alma,
Até o esgotamento de si,
E, então, recomece.
Não. Não pense muito,
Ame agora
Sem ensaio e sem resumo,
Sem limites ou fronteiras
Sem pressa e sem cronograma,
É isto que vai valer a pena
Depois de finda a festa,
Depois de esgotada a cerveja,
Depois de encerrado o assunto,
Depois de tudo. Depois de você...


-------------------------- Luciana Cavalcanti

Nenhum comentário: